Sobre

» O que somos?

O Coletivo Curare é um grupo de profissionais interessados em plantas medicinais e abordagens alternativas em saúde. Ainda, para além da saúde, acreditamos que diferentes formas de pensar nossa relação com o meio ambiente e nossa comunidade é fundamental para buscarmos outras respostas sobre como transitar no espaço social de uma forma mais autônoma, menos hegemônica, para além do modelo que está colocado. Acreditamos que o uso de plantas medicinais e outras práticas complementares, por exemplo, são escolhas possíveis e legítimas, que colaboram na construção de outra concepção de saúde e relação com o corpo.

Somos autônomos e independentes de qualquer instituição e organização. O Coletivo Curare visa promover um espaço horizontal de difusão de ideias, informações e ações acerca de saúde e autonomia, elementos fundamentais na construção do diálogo e no amadurecimento social e, até mesmo, científico.

Pensar coletivamente, com respostas que venham das experiências reais, de baixo pra cima, é a forma que acreditamos ser possível construir um novo pensamento. Nesse sentido, somos abertos e receptivos a quem desejar conversar, escrever e criar junto iniciativas relacionadas às plantas medicinais, saúde e ações socioeducativas envolvendo práticas diversas em saúde.

» O que queremos?

Impulsionar a divulgação científica de estudos sobre plantas medicinais, por meio da discussão de diversos conteúdos relevantes a este universo, tais como:

– Aspectos farmacológicos e características químicas;
– Cultura e etnofarmacologia;
– Agronomia;
– Toxicologia e reações adversas;
– Políticas públicas;
– Uso ritualístico e plantas psicoativas.


» O que fazemos?

Nossa principal ferramenta de trabalho é este blog, no qual publicamos textos escritos por seus integrantes, que abordam plantas medicinais.

Nossa página no facebook (Curare – Ciência das Plantas Medicinais) divulga descobertas da área de plantas medicinais, notícias gerais sobre o tema e eventos.

Buscamos ainda expandir nossas ações com a publicação de textos de colaboradores, a criação de vídeos, promoção de debates e outros eventos, entrevistas com pesquisadores da área e ações sócio-educativas com a população.


O Nosso Nome

O conhecimento adquirido pelo uso de recursos naturais pode servir como base para o desenvolvimento de medicamentos e outros produtos de interesse social e econômico (alimentos, cosméticos, artesanato, utensílios e outros). Desta forma, importantes áreas da ciência têm se dedicado ao estudo desses recursos naturais, especialmente às plantas medicinais, e estes estudos podem ser facilmente encontrados na literatura científica.

O curare é um bom exemplo dessa importância:um veneno indígena para a caça que deu origem a medicamentos após o olhar da ciência; o que demonstra a dualidade veneno – cura.

Este veneno, utilizado em flechas para caça e pesca, é feito a base de diversas plantas e chamado indiscriminadamente de curare (é a união de dois termos derivado do tupi que significam “pássaro” e “matar”).  Seu uso é uma prática antiga, muito utilizada pelos índios das florestas tropicais da América do Sul.

Uma das plantas utilizadas na preparação do curare, o Chondrodendron tomentosum, teve grande importância na medicina ocidental. Foi utilizado como anestésico devido à sua ação relaxante muscular, servindo como modelo para o desenvolvimento de novos medicamentos menos tóxicos a partir de sua estrutura molecular.

curare simboliza a importância do saber tradicional e dos recursos naturais, que aliados à ciência possibilitam o desenvolvimento de novos medicamentos com maiores garantias de segurança e eficácia.

Deixar um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: