Arquivo | Fitoterapia RSS for this section

Jardim de Aromas

por Daniel Garcia

Quando pensamos em jardim de aromas não precisamos necessariamente remeter nossos pensamentos aos jardins suspensos da Babilônia (imagem 1), onde centenas de plantas faziam parte de um espetáculo da natureza arquitetado pelo homem, mas também podemos pensar em um singelo conjunto de vasos com algumas espécies vegetais (imagem 2). Normalmente, as diversas cores e formas de plantas as tornam um atrativo paisagístico de qualquer ambiente (imagem 3). Além disso, o agradável aroma exalado por muitas delas é talvez uma das características mais sedutoras criadas pela natureza.

Leia Mais…

Anúncios

Mais pesquisadores se dedicam ao estudo de Plantas Medicinais e Fitoterápicos no Brasil

Por Antonio Carlos Siani

Foto: Fernanda Birollo

Nas instituições brasileiras, a quantidade de Grupos de Pesquisa (GP) que se dedicam ao estudo de plantas medicinais e fitoterápicos teve um significativo aumento na primeira década do século XXI, conforme indica o levantamento publicado na edição mais recente da Revista Virtual de Química (*). Com base em inventários realizados nos censos bianuais do CNPq, disponíveis em buscas no Diretório de Grupos de Pesquisa, este estudo apontou um significativo aumento na quantidade de GP e nas Linhas de Pesquisas (LP) dedicadas às investigações destes temas.

Leia Mais…

A Medicina Tibetana no tratamento de transtornos mentais: correlações com a farmacologia ocidental

Por Raquel Luna

Em 1959, Sua Santidade O Dalai Lama (no Tibete é o líder religioso e, até 2011, político também), juntamente com cerca de 80.000 refugiados tibetanos, escaparam para a Índia em exílio político após a ocupação chinesa no Tibete. A partir de então, Dharamsala, uma cidade localizada no norte da Índia, sedia a Administração Central Tibetana. No exílio, os tibetanos buscaram manter as peculiaridades da sua cultura, incluindo sua medicina. Assim, o Men-Tsee-Khang (Tibetan Medical and Astrological Institute) é uma instituição de ensino e prática da medicina tibetana, que foi estabelecido em Dharamsala, na Índia, em 1961 pelo XIV Dalai Lama.

Leia Mais…

Manjericão (Ocimum basilicum L.)

por Daniel Garcia

Manjericão

Quem nunca sentiu o aroma e sabor da planta conhecida popularmente como manjericão ? É muito difícil encontrar alguém que nunca tenha saboreado uma refeição contendo algumas folhas dessa planta medicinal, aromática e condimentar.

O manjericão é originário da Ásia tropical, especificamente da Índia e faz parte há pelo menos 5 mil anos da culinária de muitas culturas ao redor do mundo. Através do comércio de especiarias com a Índia, a Itália passou a usar constantemente esse condimento em sua culinária e medicina tradicional. Com as imigrações italianas para o Brasil, por volta de 1880, o manjericão foi trazido nas embarcações e até hoje é cultivado, principalmente em pequenas hortas domésticas.

Leia Mais…

Nova Safra 2013

Imagem

Olá amigos!

Estamos retomando as atividades do blog em 2013, com publicações inéditas e algumas novidades.

Cada vez mais, os temas relacionados à biodiversidade, especificamente sobre as plantas medicinais, tem ganhado espaço tanto na mídia quanto na academia científica, refletindo-se inclusive em ações governamentais.

Leia Mais…

Curare na Raiz da Questão: revisão

por Julino Soares

No último texto conversamos sobre a importância de avaliarmos com cuidado todas as informações que chegam até nós, especialmente sobre medicamentos. Também aprendemos o significado técnico de Plantas Medicinais, Drogas Vegetais e a diferença destes para um fitoterápico, possibilitando conhecer algumas limitações de cada produto, como a validade, qualidade e identificação botânica.

Leia Mais…

Curare na Raiz da Questão

por Julino Soares

Vivemos em um tempo onde somos bombardeados por informações, muitas delas sobre “dicas de saúde” ou receitas de “chás para curar de tudo”, mas temos que nos perguntar: – Essas informações estão corretas? São seguras? Será que funciona mesmo?

Muitas das informações e propagandas sobre plantas medicinais buscam apenas vender algum produto supostamente milagroso (“É 100% Natural”) e/ou não tem base científica para comprovar os benefícios. Por outro lado, algumas pessoas buscam apenas compartilhar o seu conhecimento e os benefícios que obteve com o uso de determinada planta, mas se esquecem de que cada pessoa pode responder diferentemente a um tratamento. Bom, como se diz por ai “De médico e louco todo mundo tem um pouco”.

Leia Mais…

Importância da Flora Espontânea

Por  Marcos Roberto Furlan

Centella asiaticaNos quintais, a centelha-asiática, geralmente, aparece como uma planta invasora, sendo retirada quando é notada. A maioria das pessoas, porém, não sabe que ela possui um valor considerável, inclusive econômico, na fitoterapia.

A forma de desenvolvimento e de propagação dessa espécie lembra o morangueiro, mesmo não sendo da mesma família, pois ela pertence à família Apiaceae, enquanto o morangueiro é uma Rosaceae. Pode receber outro nome popular, como, por exemplo, gotu-kola e colágeno-de-gotu, mas até por esses nomes não é muito conhecida pela maioria da população.

Leia Mais…

%d blogueiros gostam disto: